Nossa história: como nos tornamos Advogadas de Família

Atualizado: Abr 23



Fernanda Ruths




Muito prazer! Somos a Fernanda e a Leticia, duas advogadas de família e sucessões, com atuação presencial em Ponta Grossa/PR e online em todo país. Temos o compromisso de levar leveza e tranquilidade para as resoluções dos problemas familiares.







Leticia Martins

Achamos natural que as pessoas queiram saber como decidimos nos especializar em direito das família e sucessões e temos o orgulho de mostrar que essa decisão foi decorrente de toda a nossa história.


Iremos contar a nossas trajetórias de vida e de estudo que nos levaram a decidir que seríamos advogadas de família e sucessões. A nossa decisão não foi tomada do dia para a noite, muito menos por uma escolha aleatória dentre as várias matérias do curso de direito.


Decidir dedicar a nossa vida profissional para resolver problemas familiares e sucessórios foi uma escolha que veio do nosso coração e que reflete quem a gente é e o que queremos agregar ao mundo!


Vamos lá conhecer a nossa história?


  1. Influência das professoras das nossas famílias

  2. O início da amizade e da nossa trajetória dentro do direito de família

  3. O direito de família nos escolheu

  4. Decisão de criar o Ruths e Martins




Influência das professoras das nossas famílias


Além de sócias do escritório Ruths e Martins – Advocacia e Consultoria Jurídica, nós somos grandes amigas. E foram a nossa amizade e a nossa parceria cultivada desde a faculdade que nos levou a criar o nosso escritório.


Antes mesmo de entrarmos na faculdade e antes mesmo de nos conhecermos, nossas vidas foram impactadas por problemas familiares de outras pessoas, em especial aqueles que envolvem crianças.


Crescemos dentro do ambiente do ensino, rodeadas por professoras preocupadas com seus alunos, os quais muitas vezes traziam para a escola os problemas enfrentados dentro de suas casas.


Essas preocupações trazidas pelos alunos às nossas mães, tias e avós, todas professoras da rede de ensino básico em Ponta Grossa/PR e Carambeí/PR, estavam relacionadas normalmente à separação dos pais ou até mesmo a ausência dos pais em suas vidas.


As histórias dos alunos nos envolviam, nos deixavam preocupadas e pensando em como poderiam ser solucionados os problemas deles.


Nessa época não sabíamos ao certo que rumo profissional iríamos tomar, mas, hoje, conseguimos olhar para trás e perceber o quanto tudo o que vivemos nos levou a chegar na nossa decisão de sermos advogadas de direito de família.


Detalhe! Nós, Fernanda e Leticia, não nos conhecíamos nessa época, mas cultivávamos o mesmo sentimento de querer solucionar esses problemas dentro de uma mesma circunstância: as questões trazidas pelos alunos dentro das escolas.




O início da amizade e da nossa trajetória dentro do direito de família


Depois de termos passados por essas experiências em nossas vidas, nós escolhemos o mesmo curso (e não poderia ser diferente): Direito!


A escolha do curso é o reflexo de toda vontade de ajudar o próximo que adquirirmos durante a nossa trajetória de vida.


A nossa amizade iniciou no primeiro dia do curso, dia 09 de fevereiro de 2015. Após, as parcerias de trabalhos e estudos começaram a ficar cada vez mais intensas e entendemos que o nosso propósito com o curso era o mesmo.


Logo no primeiro ano da faculdade passamos a estudar com maior aprofundamento o Direito de Família e o Direito da Crianças e dos Adolescentes. Com o passar dos anos, nosso envolvimento com a área foi ficando cada vez mais intenso.


Participávamos de projetos de pesquisas, projetos de extensão e de eventos jurídicos apresentando trabalhos sobre direito de família.


O nosso primeiro trabalho publicado em um evento jurídico foi sobre Alienação Parental e nesse dia estávamos muito felizes por poder falar de algo que tanto gostávamos.



Apresentação do Trabalho sobre Alienação Parental


Dentre os projetos que já participamos, um deles nos marcou e nos fez pensar diferente, pois ele era voltado para a solução consensual de conflitos de família, principalmente envolvendo divórcio, guarda e pensão alimentícia.


Tínhamos contato direto com as partes envolvidas nos processos e com um objetivo: que todos tivessem uma solução adequada e justa para o seu processo sem estresse.


A partir daí passamos a conhecer e entender o valor das soluções consensuais nos casos de família, afinal, o que estávamos presenciando era: acordos fazendo pessoas ficarem satisfeitas e tranquilas com o resultado final!


Como víamos o benefício que uma solução consensual trazia, passamos a ter em mente que em nossas atuações profissionais iríamos nos esforçar para levar essa solução para as pessoas.




O direito de família nos escolheu


Acreditamos que toda nossa trajetória pessoal e profissional nos levou até onde estamos hoje. Quando começamos a ter envolvimento com questões de família em nossas vidas pessoais, as nossas preocupações eram sinceras (e acho que é por isso que deu tão certo!).


A vida foi nos colocando em lugares que nos garantiram a construção da nossa base muito bem estruturada dentro do direito de família. Tivemos o privilégio de passar por lugares que trabalhavam com temas específicos do direito de família e sucessões.


Em nossa trajetória, dentre tantas opções dentro do direito, trabalhar com o direito de família era sempre a nossa opção mais próxima e possível no momento. E nós íamos! Assim, tivemos a oportunidade de saber como resolver o problema familiar da forma mais completa possível!


Lembramos até hoje dos nossos primeiros contatos com as pessoas que tinham problemas de família. Um desses contatos foi feito com uma mulher que estava pedindo pensão alimentícia para seu filho e estava grávida.


Nós ligamos para ela para explicar sobre a audiência de mediação e o quão benéfico uma solução consensual seria para ela e principalmente para o filho. Ela percebeu que esse tipo de solução era boa, mas disse que estava quase ganhando o seu novo bebezinho e que não poderia comparecer no dia marcado. Tudo bem, remarcamos! Mas o objetivo de dar a ela uma solução possível tinha sido cumprido!


Esse exercício de empatia e de levar conhecimento e, mais do que isso, mostrar a efetividade de uma solução para alguém nos enriqueceu de uma forma que nunca vamos esquecer.


Todos os contatos que tínhamos com as pessoas faziam a gente gostar cada vez mais do que estávamos fazendo. O direito de família aliado às resoluções consensuais foram nos encantando cada vez mais...




Decisão de criar o Ruths & Martins


Chegando ao final da faculdade de Direito, nós já sabíamos que o nosso caminho seria o direito de família e sucessões, afinal, foram tantos projetos, pesquisas e experiências profissionais nessa área que não poderíamos pensar em outra coisa.


Além disso, a nossa parceria se intensificou a cada ano da graduação. Inclusive, no último ano, passamos a trabalhar juntas em um escritório que atendia ações de família (guarda, tutela, adoção e regulamentação de convivência, especificamente) e nós amamos! A partir daí uma nova sementinha foi plantada: a vontade de um dia trabalharmos juntas.


Também foi nessa época que passamos a ter uma ideia melhor do que queríamos para as nossas vidas. Compartilhávamos da vontade de resolver problemas das pessoas com o nosso trabalho e de ter uma vida com equilíbrio.


Com a experiência do escritório onde trabalhávamos, com 05 anos de estudo intenso e focado em direito de família, com o estudo direcionado para a OAB e com essa nova mentalidade, decidimos que seríamos advogadas, pois era assim que conseguiríamos realmente ajudar as pessoas.


A ideia de criar um escritório juntas parecia um pouco ousada no começo, mas essa vontade foi crescendo cada vez mais.


Depois de formadas em Direito e com a carteirinha da OAB na mão, nós percebemos que não estávamos nos encaixando em outros escritórios de Ponta Grossa/PR, pois o nosso pensamento era diferente, porque queríamos trabalhar especificamente com família e sucessões e grande parte dos escritórios da cidade preferia abranger a atuação para outras áreas.


Foi aí que batemos o martelo e resolvemos apostar em nós mesmas: abrimos o escritório!

A partir daí, não só o nosso negócio começou, mas o início do nosso sonho, que sempre foi levar às pessoas uma solução efetiva para os problemas e as dúvidas.


Cada história que vem até nós, é tratada com muita atenção e cuidado. Gostamos de ouvir tudo o que aconteceu para que possamos encontrar a melhor decisão possível para o caso.


Nós temos plena consciência de que estamos trabalhando com vidas e não com números ou prazos, e são esses valores que temos como base em nosso escritório.


Depois da decisão de criarmos o nosso escritório, decidimos que precisávamos espalhar conteúdo para que as pessoas pudessem conhecer seus direitos. Foi com esse intuito que surgiu os nossos perfis no Instagram (@ruthsemartinsadv, @fernanda.ruths e @leticiacs.martins) e principalmente esse Blog!


Aqui no blog, nós compartilhamos dicas que ajudam as pessoas a resolverem um problema, a tirar uma dúvida que só teria resposta em uma consulta com um advogado e a entenderem a importância de uma solução justa e efetiva (que em 90% dos casos é uma solução consensual).


Acreditamos que uma boa informação sobre os direitos é um excelente instrumento para que boas soluções sejam tomadas. E é por isso que nós estamos aqui! Para facilitar a solução do teu problema de família ou sucessões!


Nós amamos ser advogadas de família e sucessões, pois é através dessa profissão que conseguimos ajudar as pessoas a resolver os seus problemas familiares. É gratificante saber que damos às pessoas o sentimento de tranquilidade e alívio em saber que o seu problema já está sendo resolvido!


Agora convido vocês a nos acompanharem aqui no Blog e em nossas Redes Sociais (@ruthsemartinsadv, @fernanda.ruths e @leticiacs.martins) para ficar sempre por dentro dos nossos conteúdos, pois temos certeza que poderão te ajudar muito!






Advogado de Família Ponta Grossa. Ruths & Martins Advocacia

OAB/PR 104.343

Fundadora do escritório Ruths & Martins Advocacia. Adora uma boa conversa. Especialista em resolver conflitos de forma leve.



Advogado de Família Ponta Grossa. Ruths & Martins Advocacia

OAB/PR 103.962

Fundadora do escritório Ruths & Martins Advocacia. Gosta de café, mas prefere um chá. Já elaborou diversos acordos.


150 visualizações0 comentário