Receba o plano que dará a segurança que a tua União Estável precisa

Clique no botão abaixo e avance para ter acesso a um contrato de união estável que garantirá a segurança da relação, com uma orientação jurídica completa sobre os efeitos patrimoniais da união de acordo com o regime de bens escolhido.

Somos especialistas em elaboração de contrato de união estável. Temos clientes em diversos estados do Brasil.

Contato direto com o advogado: Todos os clientes possuem contato direto com o advogado responsável pela elaboração do seu contrato. Sem intermediários.

Orientação jurídica para garantir a segurança do contrato: Nossos advogados trabalham com exclusividade na área e darão a orientação necessária para garantir a segurança e validade do documento e da relação.

Atendimento Online: Conseguimos atender de forma 100% online. Hoje, temos clientes em diversos estados do Brasil.

A elaboração do Plano de União Estável

Nós  fazemos o plano de união estável em 4 etapas. São elas:

1         CONHECE

Nós conhecemos qual é a tua necessidade: se é ter em mãos o contrato de união estável e a orientação devida ou, além disso, ter o auxílio jurídico para escolher o regime de bens.

3         CONSTRÓI

Passamos a construir o seu contrato de união estável que acordo com o desejo do casal. O documento será redigido e revisado pela nossa equipe de advogados para garantir a máxima qualidade técnica.

2         SOLICITA

Solicitamos os dados e documentos necessários para realizar o contrato de união estável e garantir que ele será juridicamente seguro. 

4         PLANO DE UNIÃO ESTÁVEL

Analisaremos o regime de bens escolhido por vocês e faremos um guia com toda orientação jurídica sobre como o patrimônio se comportará  em diversas situações da vida, para que vocês saibam como garantir a segurança patrimonial e financeira da família.

O que é o Plano de União Estável?

É a construção de um contrato de união estável e a orientação jurídica necessária para auxiliar na escolha do regime de bens ideal ou para fornecer um guia completo sobre o regime já definido pelos clientes.

 

Vocês receberão o contrato de união estável e um parecer escrito completo indicando como se comportará o patrimônio de acordo com o regime de bens escolhido para que possam se basear em fundamentos reais ao tomar decisões futuras.

Tenha um documento válido:

a falta de um documento válido dificulta a comprovação da união estável em diversas situações, principalmente quando estamos falando sobre direitos.

Saiba o rumo do patrimônio:

ter uma vida próspera em casal é um grande desejo, mas nem todos sabem o que acontece com o patrimônio construído diante de diversas situações da vida. Saber como ele se comporta é necessário para o casal tomar decisões conscientes.

Descubra como agir:

ter acesso à informação completa sobre o regime de bens escolhido te deixa mais tranquilo para agir, sem criar ansiedade diante do desconhecimento ou falsas esperanças.

Casais que já vivem como uma família

Casais que têm o costume de poupar e investir o dinheiro

O plano de união estável é para:

Quem está iniciando uma vida em casal

Quem já foi casado ou teve uma união estável antes

Pessoas que já adquiriram bens antes da união estável atual

Quem precisa comprovar a união estável em alguma instituição

Situações Comuns:

Desequilíbrio financeiro 

Quando um do casal fica ausente, normalmente em razão de um falecimento, os bens em seu nome ficam bloqueados (inclusive conta bancária) impedindo muitas vezes o uso pelos companheiros, causando esse desequilíbrio.

Direito Negado

Há casos em que um direito importante deixa de ser concedido pela falta de documento que comprove a união estável. 

Surpresas desagradáveis 

A falta de orientação sobre o rumo patrimonial diante da união estável pega muitas pessoas de surpresa em diversas situações, como por exemplo, em caso de dívida.

Ação judicial

Quando a união estável não é regulamentada previamente, somente passa a ser possível fazer isso através de uma ação judicial, que leva tempo e também possui um custo mais alto

Contrato de união estável sem segurança jurídica

Há casos em que o casal assina apenas um modelo de contrato de união estável encontrado na internet e acredita que é o que basta, mas quando está diante de uma situação em que é necessária uma comprovação efetiva da união estável o documento não é aceito.

Quem somos nós?

O escritório surgiu com a união de ideias das amigas e sócias fundadoras Fernanda e Leticia, que sempre se preocuparam em levar conhecimento e informação ao maior número de pessoas, pois elas acreditam que o conhecimento empodera!

 

Depois de atuarmos em alguns casos dentro do direito de família e ver tantas pessoas que deixaram de receber direitos pela falta de regulação da união estável e também que ficaram desestabilizadas financeiramente diante de situações delicadas da vida, percebemos que os casais precisavam de uma orientação adequada, que é feita através do Plano de União Estável.

 

Hoje auxiliamos milhares pessoas com informação de qualidade e temos clientes em vários estados do Brasil.

Nossos dados:

As advogadas fundadoras são registradas na OAB/PR sob o número 103.962 e 104.343. Inclusive, você consegue consultar os registros no Cadastro Nacional dos Advogados.

 

O nosso escritório realiza os atendimento de forma 100% online, mas o centro de operação fica na cidade de Ponta Grossa/PR.

Perguntas  frequentes:
Dúvidas que o plano de união estável resolve

Essas são algumas perguntas que recebemos e resolvemos com o plano de união estável:

  1. Quais são as características do regime de bens que nós escolhemos?

  2. Como meu companheiro vai ficar em caso de falecimento?

  3. O que precisamos fazer caso queiramos alterar o regime de bens?

  4. Quais cuidados devemos tomar ao adquirir bens após a união estável?

  5. Adquiri bens durante outro relacionamento. Como ficam esses bens na atual união estável?

  6. Meu parceiro terá direito a minha herança?

  7. Tenho direito à herança do meu companheiro?

  8. Fui casado, ainda não fiz o divórcio e não adquiri bens. Existe um regime de bens obrigatório?

  9. Tenho mais de 70 anos. Posso escolher qualquer regime de bens?

  10. O que preciso fazer se quisermos casar no civil posteriormente?

  11. O tempo de união estável vai contar mesmo se casarmos no civil depois?

  12. Qual passa a ser o nosso estado civil após a união estável?